Artur Gomes

CHEF EXECUTIVO

Com apenas 25 anos, Artur Gomes já passou pelo estrelado Celler de Can Roca (Espanha) e pelo Belcanto. Dias depois de terminar o seu estágio no Noma – eleito por quatro vezes o melhor restaurante do mundo – e no Noma Lab, o laboratório de experiências de fermentação do restaurante de Copenhaga -, o jovem cozinheiro entra pela primeira vez na cozinha do ERVA. Tudo aconteceu em Novembro do ano passado, na sua estreia num dos jantares Sangue da Guelra Young Chefs With Guts 2018. Poucos meses depois estava a receber o convite para chefiar a equipa do restaurante, a sua primeira experiência a dirigir uma cozinha. “Sou um cozinheiro curioso, que lê muito, que perde mais tempo a estudar e a gastar dinheiro em livros do que em facas e acessórios de cozinha. Um cozinheiro que gosta de estar à frente do fogão e da azafama do serviço, mas que se aborrece com uma velocidade tremenda e quer sempre algo diferente e mais desafiante para fazer. É difícil descrever-me enquanto cozinheiro, considero-me metódico, organizado e maníaco com limpezas e arrumação. Prefiro fazer um pouco mais lento, mas perfeito, do que rápido e bem.”

Cheila Queirós

DIRECTORA DO RESTAURANTE

Licenciada em Restauração e Catering na escola de Turismo e Tecnologia do Mar, em Peniche, desde cedo que o seu sonho era o de trabalhar numa cozinha: “Sempre adorei cozinhar, mas o mercado não estava como hoje e fui ganhando o gosto pelo serviço de sala.” Foi assim que, ainda enquanto estudante, começou por estagiar em cadeias hoteleiras em Lisboa, no Funchal e em Óbidos. De regresso a Lisboa, tem a sua primeira experiência num restaurante, mas será o ramo hoteleiro que lhe apela ao coração. Já no Corinthia Lisbon surge a oportunidade de dirigir o ERVA. Cheila não hesita. O que mais a apaixona nesta profissão é não haver nenhum dia igual: “O stress diário da organização e gestão de um restaurante é o que mais me apaixona na profissão. Temos a oportunidade de conhecer pessoas diferentes de todos os cantos do mundo e, o melhor de tudo, ficamos sempre na memória delas quando lhes proporcionamos momentos especiais”.

Pedro Dias

CHEF DE PASTELARIA

 

Há mais de 20 anos a criar sobremesas, o chef de pastelaria Pedro Dias, vencedor no Concurso chocolatier (2013) no XI Festival internacional de chocolate de Óbidos, é a prova que não basta ter mão para a coisa. Cada prato que surge na mesa é fruto de uma equipa unida e em simbiose. Pedro Dias quer surpreender quem se senta à mesa do ERVA e deixar uma recordação final que perpetue a visita.

TOPO